Home / Segurança Elétrica / Os diferentes modelos de disjuntor (e qual você deve escolher)

Os diferentes modelos de disjuntor (e qual você deve escolher)

Conheça os diferentes tipos de disjuntores, e saiba escolher o mais adequado para o seu projeto.

Existem disjuntores diferentes para utilizações diferentes. Os disjuntores variam não apenas no modelo e forma de ação, mas também na capacidade.

Como escolher o disjuntor adequado

Os disjuntores desligam automaticamente quando sua capacidade é ultrapassada. Como esta capacidade vem definida de fábrica, escolher o disjuntor adequado para sua instalação é essencial.

A capacidade do disjuntor é medida em ampères, e deve ser compatível com a bitola do fio utilizado na sua instalação elétrica.

As duas coisas também variam e dependem da corrente elétrica que circula na sua instalação – assim, é necessário checar a compatibilidade do disjuntor antes de instalá-lo.

Os diferentes modelos de disjuntor

Existem basicamente três modelos de disjuntores elétricos.

TÉRMICOS

Mecanicamente simples e robusto, é um componente relativamente barato. Por outro lado, não tem grande precisão de corrente. Só deve ser usado contra aquecimentos, pois ele só entra em ação quando esquenta – por isso o nome. Não é possível utilizar este modelo na prevenção de curtos-circuitos.

MAGNÉTICOS

Possuem precisão incrível e velocidade de interrupção instantânea. Capaz de detectar sobrecargas e curtos-circuitos, pode ser um substituto dos antigos fusíveis. A desvantagem é que ele é um pouco mais caro e não pode ser ligado e desligado automaticamente.

TERMO-MAGNÉTICO

Ele une o que os disjuntores térmicos e magnéticos tem de melhor – e por isso é a melhor opção e o modelo mais utilizado nas instalações elétricas residências e comerciais. Além de proteger contra sobrecargas, aquecimento e curtos, pode ser ser usado para ligar e desligar os circuitos manualmente.

Além dos três, ainda existem modelos de disjuntores mais utilizados na indústria, e também o disjuntor DR, que protege contra correntes de fuga à terra em instalações elétricas de baixa tensão – como residências e lojas.

Funciona assim: se uma pessoa coloca o dedo na tomada, ele detecta a fuga de corrente e desarma, podendo evitar acidentes. Apesar de muito bom na proteção de pessoas, não substitui o disjuntor termo-magnético, pois não detecta curtos, sobrecargas ou aquecimento.

Qual disjuntor comprar

Não existe um resposta definitiva para determinar qual disjuntor elétrico comprar. É preciso analisar a utilização, o local da instalação, a bitola dos fios do circuito, entre outras coisas.

Se você não tiver acesso a todas essas informações, pode consultar um profissional especializado e contar com o apoio da equipe Decorwatts, sempre pronta para ajudar com as suas necessidades.


Compre disjuntores diretamente pelo ecommerce – www.decorwatts.com


Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

ferramentas elétricas

Guia de ferramentas elétricas para quem não é eletricista

Para quem tem facilidade em fazer pequenos consertos quando necessário ou interesse em mudar a …