Home / Interruptores e Tomadas / Lista de materiais elétricos para a sua casa: o que você precisa e por que

Lista de materiais elétricos para a sua casa: o que você precisa e por que

lista de materiais elétricos

O sistema elétrico de uma residência vai muito além do ligar e desligar de uma lâmpada. Não é à toa que durante quedas de energia ficamos deslocados em nossa própria casa! E mesmo sendo tão necessário em nosso dia-a-dia, não é todo mundo que entende o que está por trás desse sistema e o que o integra.

De fato, se você não é um profissional da área, pode ser que não precise desse conhecimento. No entanto, durante uma reforma ou construção, saber mais sobre a variedade de materiais e suas funções será um diferencial quando for escolher entre tantas marcas e lojas. Além de ter a chance de economizar, você fará escolhas mais conscientes de acordo com suas vontades e necessidades. Afinal, são as luzes que darão aquele aconchego na sala na hora do descanso, você não acha? Esse é só um exemplo para lembrar que além de ter uma utilidade essencial para o funcionamento da casa, os materiais elétricos vão interferir também na decoração, conforto e segurança dos ambientes.

Para te ajudar a evitar dores de cabeça no futuro ou aquele remorso em saber que poderia ter economizado comprando um produto de qualidade, preparamos uma lista com os materiais elétricos necessários para sua casa ou apartamento. Isso significa que você terá mais segurança na hora da compra!

A maioria dos produtos são os mesmos para todos os cômodos. O que diferencia é o tipo de cada um. Tomadas, por exemplo, você vai precisar em todas as partes da casa. Agora, a amperagem de cada uma vai depender do que você precisa ligar.  Vamos então para a lista desses materiais:

disjuntores

Disjuntor:

essa é uma das partes mais técnicas do sistema elétrico da sua casa, e também mais difícil de dizer em um primeiro momento qual será o ideal. A principal função do disjuntor é proteger a instalação elétrica e seus equipamentos. Por isso, vai depender muito da estrutura da sua residência, dos aparelhos que vão precisar da energia elétrica e dos cabos que compõem a rede. Por exemplo, se você tem um chuveiro com potência de 6.600W, e vive em uma região com voltagem 220, precisará de um disjuntor de no mínimo 30A. A conta é a seguinte: 30Ax220V= 6.600W. Caso contrário, seu disjuntor irá desarmar para evitar que seu sistema elétrico superaqueça e cause um incêndio. De qualquer forma, um profissional irá analisar todos esses fatores e recomendar o disjuntor ideal para o seu imóvel.

cabos-e-fios

Cabos e fios:  

são eles que vão conduzir a eletricidade com segurança para a sua casa ou apartamento. Fazem parte do esqueleto do imóvel vários metros desses fios – muitas vezes nem nos damos conta, já que ficam escondidos. Basicamente, o tamanho e a espessura do cabo irão depender da potência da corrente elétrica dos equipamentos. É fundamental que eles sejam de qualidade para evitar possíveis curtos!

eletrodutos-e-tuvos

Eletrodutos e tubos:

responsáveis por proteger a fiação da sua residência. Podem evitar ainda acidentes como incêndios e choques.

Interruptor:

certamente estará em todos os cômodos, uma vez que irá ligar e desligar a luz. Existem vários modelos e marcas. A sua escolha irá depender da praticidade que você quer e também do que você imagina para a decoração e estética do ambiente.

Lâmpada, lustres e luminárias:

esses são produtos mais rotineiros e que temos contato com mais frequência, já que podem ter uma vida útil mais limitada. Bom, na hora da compra das lâmpadas será importante decidir sobre a potência, o tipo – se será de LED ou fluorescente, por exemplo – e até seu formato. Pensar na economia de energia e na durabilidade que determinado modelo pode oferecer também é importante na busca pelo bom custo-benefício durante a compra. Na maioria dos casos, as de LED serão a melhor opção. Já os lustres e luminárias possuem uma função mais importante no momento da decoração dos cômodos.

Tomadas:

outro material que temos contato direto. O ideal é que você instale as tomadas de padrão brasileiro. Além de ter tudo padronizado na sua casa, a compatibilidade com os aparelhos será mais fácil. Elas podem ser de 10 amperes, para aparelhos mais comuns, ou 20 amperes, para aqueles que precisam de mais força, como o micro-ondas.

Adaptadores:

mesmo com as tomadas iguais em todos os cômodos, alguns produtos podem ter um encaixe diferente. Para que eles funcionem será preciso então o uso de adaptadores. Sempre bom ter em casa, assim como o já conhecido “T”, em que será possível ligar mais de um aparelho ao mesmo tempo – com muita atenção para não sobrecarregar.

Fita isolante:

um acessório útil e fácil de ter em casa. Entre o modelo mais simples e outros com funções mais específicas, o objetivo é isolar os fios elétricos com segurança, nas mais diferentes superfícies.

Dicas Indispensáveis para fazer sua lista de materiais elétricos

É interessante pensar ainda em alguns exemplos bem práticos para cada cômodo. Na cozinha, é importante ter algumas tomadas de 20 ampères para os eletrodomésticos com mais intensidade. O mais comum em uma casa é ter uma tomada a cada 8 metros, mas na cozinha você pode precisar mais do que isso, devido a quantidade de eletros. Ter uma iluminação mais potente pode ajudar nos momentos de cozinhar.

Já no quarto, são mais presentes as tomadas de 10 ampères e uma luz mais aconchegante. Pode ser vantajoso também ter um interruptor paralelo, ou seja, você consegue acender e apagar a mesma luz em dois pontos diferentes do quarto – um perto da cama e outro perto da porta, por exemplo. Outra sugestão é colocar dimmer na luz, assim é possível ajustar a intensidade da iluminação de acordo com cada situação do seu dia a dia. Para se vestir, para ler ou para tomar um chá antes de dormir. Já os spots podem ser uma opção interessante para ter boa visibilidade dentro do closet ou do armário.

Na sala de estar, lustres e luminárias podem dar um destaque especial na decoração. Aqui você poderá tornar o ambiente mais receptivo para receber amigos e até para um momento de leitura. Por isso, dimmer e spots funcionam bem nesse cômodo também. Se o acabamento em gesso faz parte da sua decoração, uma iluminação embutida fica bem atrativo. Enfim, o importante é aliar o que você quer com o que é necessário, e o preço com a qualidade.

Deu para perceber que o sistema é complexo e a variedade de produtos é enorme. Cada caso é um caso, e muita coisa vai depender do que você quer para a sua residência. Você também não precisa virar um expert para fazer a sua reforma ou construção acontecer. A ajuda de um profissional é sempre bem-vinda!

A vantagem de entender sobre materiais elétricos está na chance de economizar na hora da compra, pois você também saberá o que é necessário. Será mais fácil ter uma conversa mais honesta com o responsável pelos serviços, evitando possíveis enganações. Entender o básico que você precisa evita também gastos futuros com problemas na instalação elétrica, falta de segurança ou insatisfação com a disposição da sua estrutura elétrica.

Para te ajudar, a Decorwatts está pronta para tirar as suas dúvidas, com soluções ideais para os seus projetos na nossa página de contato ou aqui mesmo nos comentários! Na nossa loja online, temos uma enorme variedade de itens elétricos que você poderá escolher com calma e muita facilidade.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

diferença entre 110 e 220 volts

Qual é a diferença entre 110 e 220 volts: entenda como utilizar corretamente

Ligar os aparelhos na tomada é uma ação tão comum que já faz parte do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *