Home / Para compradores / Descarte de lixo elétrico: como se desfazer de materiais elétricos

Descarte de lixo elétrico: como se desfazer de materiais elétricos

Com o crescente ritmo da produção de lixo, é certo que esse será um dos grandes problemas da humanidade. Na verdade,  já é um grande desafio. Toneladas e toneladas de lixo são descartadas e ainda que o orgânico represente a maior parte do lixo produzido, a reciclagem é uma alternativa importante para lidar com o problema. O correto descarte de lixo elétrico, por exemplo, pode gerar emprego e renda, além do controle da produção de produtos que levam anos para se decompor. Mas, para que um produto seja reaproveitado, o consumidor precisa fazer o descarte adequado. As empresas também têm grande responsabilidade nesse processo.

Empresas sustentáveis são cada vez mais valorizadas. Se preocupar com o meio ambiente é um grande diferencial e uma tendência bem observada pelos consumidores. Felizmente, as pessoas estão mais atentas nesse assunto e mais preocupadas com a destinação correta dos resíduos. Muito se fala sobre lixo orgânico e materiais recicláveis mais comuns, como o plástico, papel e vidro. O que acaba deixando várias dúvidas, são resíduos com características mais específicas, que precisam de um destino diferente. É o caso, por exemplo, de eletrônicos, pilhas e baterias, materiais elétricos e lâmpadas.

Hoje separamos algumas dicas para que consumidores e empresas possam fazer o descarte de lixo elétrico da melhor maneira. O planeta agradece!

Como fazer corretamente o descarte de lixo elétrico

Antes de mais nada, é importante esclarecer que o serviço de coleta de lixo e o processo de reciclagem depende de região para região. O primeiro passo para fazer o descarte de lixo adequadamente, seja orgânico ou reciclável, é descobrir como esse serviço acontece em sua cidade – você pode verificar com a Prefeitura. Procure saber também se há empresas receptoras de lixo que trabalham com resíduos especiais.

Se você tem a possibilidade de reciclar em sua cidade, aproveite e valorize esse serviço. Não são todos os lugares que trabalham com coleta seletiva e não são todas as pessoas que têm a oportunidade de reciclar. Faça a sua parte sempre que possível!

Lâmpadas

Do segmento de materiais elétricos, as lâmpadas são consideradas lixo eletrônico e precisam de um descarte especial. Isso significa que você não pode jogar lâmpadas queimadas ou quebradas no lixo comum da sua residência ou ambiente de trabalho.

  • O que é lixo eletrônico? Como o próprio nome indica, é o resíduo proveniente de materiais eletrônicos, conhecido também pela sigla RAEE (Resíduos de Aparelhos Eletroeletrônicos). Os exemplos mais comuns são computadores, baterias, pilhas, celulares, carregadores, fios e lâmpadas.

Primeiramente, você precisa conhecer o tipo de lâmpada que precisa ser descartada, pois o que vai determinar o destino dela são seus componentes. Lâmpadas fluorescentes, ainda muito utilizadas, são compostas basicamente por vidro, pó de fósforo e metais pesados, como cádmio, mercúrio e chumbo. O mercúrio é considerado um resíduo perigoso e contaminante, por isso é necessário o descarte de lixo elétrico especial. Se a lâmpada for para o lixo errado, ela pode contaminar a água, atingindo o solo, provocando uma série de riscos à saúde. Pense também nos profissionais que recolhem o lixo e podem entrar em contato com esses materiais!

Já as lâmpadas de LED, que estão dominando o mercado, não possuem componentes perigosos. Além disso, é possível reaproveitar aproximadamente 98% da lâmpada, pois  a maioria dos componentes podem ser reciclados, sendo reaproveitados na fabricação de outros produtos industriais. Ainda assim, como é uma tecnologia muito nova e os materiais não são semelhantes para se encaixarem na reciclagem comum, as lâmpadas de LED também precisam de um descarte especial.

Outras informações importantes sobre as lâmpadas LED: se você quer ter melhores atitudes com o planeta, esse tipo de lâmpada é a melhor opção. Elas são mais sustentáveis quando comparados com os outros modelos. Além de contribuir para a redução do consumo de energia, elas possuem alta durabilidade. Vantagens para o seu bolso e para o meio ambiente. Já escrevemos aqui no blog um guia prático sobre as lâmpadas de LED, não deixe de conferir.

Assim, para não ficar na dúvida e fazer o descarte de lixo elétrico adequado, independente do modelo de lâmpada, é importante:

  • não jogar no lixo comum, evitando que as lâmpadas parem nos aterros;
  • procurar por empresas e cooperativas que atuam no ramo da reciclagem – é comum também encontrar postos de coleta em alguns supermercados;
  • entrar em contato com o fabricante ou com o fornecedor de materiais elétricos para receber mais informações sobre o descarte de lixo elétrico.

Uma opção criativa para o descarte das lâmpadas é a decoração! Elas podem virar acessórios ou objetos decorativos bem interessantes. Você mesmo pode fazer, basta ter cuidado durante o manuseio, principalmente dos casos das lâmpadas fluorescentes. Confira algumas inspirações:

descarte de lixo

descarte de lixo elétrico

descarte de lixo elétrico

Fios e cabos elétricos

Esses materiais tão importantes para qualquer instalação elétrica são feitos basicamente de plástico e cobre. Ambos são recicláveis! Se no seu caso, os fios e cabos estão sobrando e eles estão em boas condições, a melhor opção é a reutilização – você pode até mesmo doar esses materiais. Já se os fios que você precisa descartar estão deteriorados, o mais correto a se fazer é procurar por empresas e cooperativas que trabalham com reciclagem ou se informar com a prefeitura da sua cidade sobre como fazer o descarte. Confirme quais são as possibilidades antes de jogar no lixo comum reciclável.

Outros materiais elétricos

As lâmpadas e os fios e cabos são os materiais elétricos que mais deixam dúvidas sobre o seu descarte. Isso acontece pois eles são compostos por mais de um tipo de material. Quando fazemos a reciclagem comum, separamos itens de um componente, em geral plástico, papel, vidro ou metal. Tanto é que em locais públicos é possível encontrar lixeiras para cada item, incluindo a opção para orgânicos.

Sendo assim, grande parte dos outros materiais elétricos podem ser reciclados na coleta seletiva. Basta você fazer a sua parte e separar os materiais previamente. Preste atenção na composição do material que você deseja jogar fora e caso fique com dúvidas, peça a ajuda para a Prefeitura ou de empresas de reciclagem. Antes de ter certeza que o lixo é o destino final para esse produto, procure analisar formas de reutilização ou se está em boas condições para doar.

No eCycle você encontra várias dicas sobre reciclagem e também consegue pesquisar onde é possível fazer o descarte de lixo na sua região. O Cempre também disponibiliza esse tipo de busca.

descarte de lixo

“Reuse, reduza”

Para vermos a mudança dos hábitos sustentáveis, pessoas e empresas precisam ter a consciência de que, ao comprar um material, é preciso ter responsabilidade sobre o todo. No caso das empresas, além de dar o exemplo para as pessoas, a rotatividade de materiais que precisam ser descartados tende a ser muito maior, assim como o impacto no meio ambiente. Se colocamos em prática atitudes mais conscientes, podemos evitar que resíduos vão para o aterro e percam a chance de serem reciclados.

Pense, procure informação, recicle e espalhe essa atitude!

Fotos: 2345

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

Comprar material elétrico online: 7 vantagens e como fazer uma compra mais segura

Comprar pela internet é uma facilidade que tem ganhado espaço entre as alternativas de compra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *