Home / Sobre Lâmpadas / Tipos de lâmpadas: como escolher a melhor opção?

Tipos de lâmpadas: como escolher a melhor opção?

A variedade de tipos de lâmpadas atualmente no mercado é bem grande, o que pode ser confuso no momento da compra. Isso vale para quem está finalizando uma construção, trabalhando na decoração e também para quem vai trocar uma lâmpada queimada e pode aproveitar para fazer melhorias.

As lâmpadas são elementos básicos de todo tipo de ambiente que você frequenta no dia a dia, seja de uma casa, de uma empresa ou de um estabelecimento qualquer. Saber as vantagens e desvantagens de cada modelo que é comercializado no mercado vai ajudar você a fazer sempre a melhor escolha para cada local, comparando aspectos funcionais, econômicos e estéticos. E é exatamente disso que vamos falar nesse post!

Principais tipos de lâmpadas

tipos de lâmpadas: lâmpada incandescente

– Lâmpada incandescente

Considerada um dos modelos mais antigos, já foi bem popular. É uma lâmpada barata e sua luz é amarelada. Pode ser instalada em ambientes residenciais, comerciais e também na parte da iluminação interna de geladeiras e fogões. Você pode encontrar em diversas opções de cores. A principal desvantagem é que ela possui uma eficiência luminosa muito baixa, ou seja, ela consome muita energia e gera pouca luz. A sua vida útil também é baixa – aproximadamente 1.000 horas, o que equivale a somente 41 dias se ela ficasse sempre ligada. Podem ser adaptadas a um dimmer, para controlar a intensidade da luz.

Nesse tipo de lâmpada, a eletricidade passa por um filamento, o deixando quente, para então emitir a luz. Apenas 5% dessa eletricidade vira luz visível. O restante é transformado em calor. Por isso, outra característica das lâmpadas incandescentes é que elas esquentam o espaço (o que é especialmente ruim para quem mora em regiões quentes) .

Dica: se você possui ar-condicionado instalado, utilizar esse tipo de lâmpada pode aumentar ainda mais os gastos, pois ela eleva a carga térmica do lugar.

Por precisarem produzir muito calor para gerar luz, as incandescentes consomem bastante energia quando comparadas a outros tipos de lâmpadas e, como consequência, estão sendo cada vez mais substituídas por lâmpadas  mais sustentáveis e econômicas. Outro detalhe: esse modelo de lâmpada a partir de 60W foi proibido de ser comercializado, devido a uma Portaria Interministerial que estipulou um nível mínimo de eficiência energética – relação entre a luz emitida e a energia consumida – que as lâmpadas precisam atingir.

Lâmpada fluorescente

 

– Lâmpada fluorescente

Em relação ao consumo de energia, ela é 80% mais econômica que a lâmpada incandescente, além de possuir uma eficiência luminosa maior e uma vida útil mais elevada – aproximadamente 10.000 horas, ou 416 dias se ficasse ligada o tempo todo, praticamente um ano a mais que a incandescente! As lâmpadas fluorescentes também são conhecidas como eletrônicas e são comercializadas nos modelos tubular, compacta não-integrada e compacta eletrônica.

Você encontrará mais facilmente nas cores branca ou azulada, por isso essa lâmpada também é chamada de “fria”. É possível encontrar opções semelhantes à cor mais quente da incandescente comum. A dica é olhar na embalagem a unidade de medida Kelvin (K), referente à temperatura da luz. Quanto maior a temperatura, mais claro é o tom da luz. Para cômodos mais “gerais”, como cozinha e áreas de serviço, são indicadas as lâmpadas de tonalidades mais claras. Já para espaços mais aconchegantes, uma luz suave pode ser mais interessante.

Esse tipo de lâmpada possui várias aplicações e pode ser utilizada em ambientes residenciais ou comerciais. O modelo tubular – aquelas lâmpadas grandes em formato cilíndrico – é bem comum para espaços amplos, principalmente empresas e lojas.

lâmpada halógena

– Lâmpada halógena

Esse tipo de lâmpada é bem parecido com as incandescentes, mas oferece uma redução de até 40% no consumo de energia em relação a elas e também são mais potentes. Sua vida útil é de aproximadamente 2.000 horas, ou 83 dias, e pode ser usada com dimmer. Ela consegue recuperar mais o calor liberado, mas ainda sim pode esquentar o ambiente. É comercializada nos modelos palito e dicróica.

As lâmpadas halógenas são legais para quem deseja dar um destaque na decoração do ambiente, pois possui o facho de luz direcionado – ideal para destacar objetos, uma área específica, bem comum em vitrines. Já em um cômodo como a sala, por exemplo, ela pode ser usada embutida em sancas ou no gesso, deixando o ambiente mais aconchegante e sofisticado.

lâmpada de LED

– LED

É a favorita da lista devido à sua versatilidade de aplicações e ao seu custo benefício. As lâmpadas do tipo LED são as mais modernas e econômicas do mercado – é possível uma redução de até 90% no consumo de energia. Outra vantagem importante é sua alta durabilidade, com uma vida útil superior a 15.000 horas, dependendo do fabricante, ou o equivalente a 625 dias, um número bem superior aos outros tipos de lâmpadas. Procure ter atenção se você está adquirindo um produto de boa qualidade sempre!

Sua tecnologia consiste em converter energia elétrica diretamente em luz. Para você poder comparar: uma lâmpada LED de apenas 10W é equivalente a uma fluorescente de 15W ou uma incandescente de 60W! Uma aparente desvantagem é o preço, já que entre os tipos de lâmpadas, essa é a mais cara. No entanto, se você colocar na ponta do lápis os gastos a curto e longo prazo, vai perceber que as lâmpadas de LED possuem um ótimo custo-benefício, principalmente na sua conta de luz.

Você pode utilizar essas lâmpadas em diversas situações. Ela é extremamente versátil, pois é vendida em vários formatos: desde uma lâmpada comum, até em mangueira ou spots, e também em várias cores. Por isso, é uma boa ajuda para caprichar na decoração dos ambientes. O uso do dimmer e de uma iluminação mais direcionada também é possível.


Iluminação de LED na decoração: 11 maneiras interessantes de usá-la

 

As lâmpadas de LED praticamente não precisam esquentar para alcançar a sua capacidade total e também quase não emitem raios Ultravioleta – o que é ótimo para a pele e a saúde de quem fica exposto à elas.

Lâmpada de descarga (HID)

– Lâmpada de descarga (HID)

Esse tipo de lâmpada funciona através da condução de corrente elétrica em um meio gasoso. Os modelos disponíveis para compra são os multivapores metálicos, vapor de sódio, vapor de mercúrio e lâmpadas mistas.

Mesmo que com um tamanho relativamente pequeno e com baixo consumo de energia, a luz emitida é bem brilhante, por isso é indicada para a iluminação de grandes áreas, como vias públicas e fábricas.

Entendendo como funcionam os tipos de lâmpadas que podem ser usadas no seu dia-a-dia, principalmente em relação ao consumo e durabilidade, fica mais fácil comparar no momento da compra e escolher a melhor opção.

 

Saiba como aumentar a duração das suas lâmpadas


Na loja online da Decorwatts, você vai encontrar diversos modelos e marcas de lâmpadas. Visite a categoria Iluminação e Lâmpadas e garanta produtos de qualidade para a sua casa ou negócio. Você pode comprar no varejo ou atacado e parcelar suas compras em até 6x sem juros no cartão de crédito.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

iluminação escolar

Iluminação escolar: 8 dicas para colocar em prática

Todos nós dependemos de energia elétrica. Esse é um fato que dificilmente alguém irá negar. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *