Home / Para compradores / Negociação com fornecedores: como melhorar as parcerias

Negociação com fornecedores: como melhorar as parcerias

Inúmeros tipos de negócios são dependentes de uma boa negociação com fornecedores. Um acordo bem feito, e bom para ambos os lados, tem o poder de determinar a força competitiva da empresa no mercado. A procura por melhores preços e prazos, assim como a qualidade esperada, são os principais critérios para que a negociação seja um sucesso. Para isso, é preciso habilidade para conduzir bem uma negociação com fornecedores e fechar boas parcerias.

As construtoras e empreiteiras, por exemplo, trabalham com muitos fornecedores. Por isso, o primeiro passo é escolher bem os candidatos e ter critérios de escolha bem definidos para que se possa fazer uma avaliação adequada e começar a trabalhar nas negociações.

Leia também – 14 dicas para construtoras encontrarem um bom fornecedor de material elétrico

E em qualquer tipo de negociação, o preparo é fundamental. Vale a pena aprender e colocar em prática algumas técnicas e estratégias que podem influenciar positivamente nos negócios, não é mesmo? Destacamos 10 dicas para que construtoras, empreiteiras e outros profissionais do ramo possam melhorar as parcerias e a negociação com fornecedores. Boa leitura!

negociação com fornecedores

10 dicas de negociação com fornecedores

  • Defina os objetivos previamente

Como citamos anteriormente, a preparação é muito importante para que a negociação seja um sucesso. Ir despreparado(a) para uma reunião pode prejudicar a conversa ou ainda fazer com que você feche um acordo ruim para a empresa.

Para evitar essa situação, defina quais são os objetivos com a negociação. Preço? Prazo de pagamento? Qualidade? Entrega? Estabeleça as prioridades e vá com elas em mente para a negociação. Defina como será a abordagem e aja com coerência, sem esquecer dos objetivos. Esse tipo de preparo vai deixar você no controle da negociação e ainda pode evitar que escolhas erradas sejam feitas.

  • Estabeleça limites – e tente desvendar o outro lado

Conhecer os limites é outro passo importante do planejamento. Você já sabe quais são os objetivos, mas é importante estabelecer também até onde você pode ir para alcançá-los. Não aceite ofertas que não se adequam com as condições e o cenário atual da empresa. É estratégico não revelar essas informações para o fornecedor. Você pode alcançar uma boa negociação antes de chegar no seu limite de preço, por exemplo.

Procure, também, desvendar o outro lado. Com uma pesquisa prévia sobre a empresa, você já terá um pouco mais de conhecimento e terá uma ideia melhor dos limites do potencial fornecedor.

  • Conheça a visão de mercado do fornecedor

Fazer uma negociação com fornecedores que tenham uma visão de mercado alinhada com a da sua empresa pode ser bem promissor. Se o fornecedor conhece melhor as particularidades do seu negócio, ele pode ser mais compreensivo com as exigências ou até mesmo fazer uma oferta melhor. Avaliar depoimentos de outros clientes ou buscar o catálogo de clientes é uma maneira de descobrir como trabalha a empresa. Muitos fornecedores disponibilizam essa informação no próprio site.

  • Saiba escutar e evite falar demais

Por motivos estratégicos, você não precisa revelar muitos detalhes durante a negociação. O ideal é que o fornecedor apresente a proposta e depois de avaliá-la você apresente as suas exigências. Cuidado para não entregar de bandeja os seus limites e objetivos. Isso pode prejudicar (para o seu negócio) o resultado da negociação.

Saber escutar é fundamental para que você saiba o que e como o fornecedor pode oferecer. Diga apenas o essencial e aproveite para fazer perguntas que podem contribuir para a sua estratégia.

  • Evite um confronto

O seu fornecedor é seu parceiro, e não um inimigo. Esse é um erro muito comum de muitos negociadores. Lembre-se que para uma boa negociação, o consenso entre ambos os lados é o melhor caminho. Com todos felizes, as chances de que a parceria seja harmônica e duradoura são maiores.

negociação com fornecedores

  • Seja flexível e busque benefícios para ambos os lados

Nem sempre uma negociação é finalizada com igualdade, mas o ideal é que ambos os lados caminhem para isso. Durante a negociação, procure por alternativas que sejam adequadas para a sua empresa e para o fornecedor também.

Nenhuma negociação é unilateral. Você pode ser flexível quando puder: vá com uma margem boa e saiba dosar as suas prioridades. Unindo interesses é possível alcançar benefícios mútuos! Esse é um bom caminho para que você comece a trabalhar com uma empresa de confiança – o que é ótimo para os negócios.

  • Pesquise antes de fechar negócio

Pesquisar mais de um fornecedor pode ser bem estratégico. Antes de fechar negócio, tenha certeza que você encontrou uma boa parceria. Coloque na balança o que todos podem oferecer e avalie o que é mais vantajoso. Essa é também uma boa saída para evitar frustrações. Se você não consegue chegar em um acordo, você sabe que existem outras possibilidades.

  • Tenha um plano B

Tenha em mente que o seu potencial fornecedor, muito provavelmente fez pesquisas sobre a sua empresa – assim como você está fazendo. Por isso, é importante ter um plano B. Se você tiver apenas uma única opção, a negociação pode não ser nada justa, principalmente se o fornecedor souber disso. Evite ficar refém pela falta de alternativas.

  • Valorize as parcerias de longo prazo

Um dos motivos para que a negociação com fornecedores seja interessante para ambos os lados, é a possibilidade de fidelizar essa parceria. Com o tempo, a confiança ganha espaço e as negociações ficam mais confortáveis e melhores.

Essa opção é bem vantajosa para quem precisa dos produtos ou serviços oferecidos pelo fornecedor com mais frequência. Você economiza tempo evitando novas negociações e ainda tem mais chances de flexibilizar preços e prazos.

  • Não deixe para última hora

Evite ao máximo uma negociação com fornecedores para última hora. Procure antecipar as pesquisas e as conversas, para evitar incertezas ou uma certa correria durante a negociação. Quando se tem urgência e o fornecedor percebe, o seu poder de barganha é reduzido.

Tenha paciência e deixe a emoção de lado. Não dê a impressão que de você pode aceitar tudo antes de avaliar bem a proposta. É preciso ser racional!

Decorwatts: sua fornecedora de materiais elétricos

O mercado de materiais elétricos caminha lado a lado com construtoras, empreiteiras e outros profissionais do ramo. É importante contar com parcerias de confiança e qualidade.

A Decorwatts está no mercado de distribuição de materiais elétricos desde 2002 e  oferece condições especiais para venda corporativa. Possui uma equipe qualificada para atender e garantir a entrega dos materiais para os mais diferentes tipos de projeto.

Você pode acessar a loja online e conferir todos os produtos disponíveis ou enviar o seu pedido de cotação neste formulário para receber um orçamento personalizado em menos de 24h.

negociação com fornecedores

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

Descarte de lixo elétrico: como se desfazer de materiais elétricos

Com o crescente ritmo da produção de lixo, é certo que esse será um dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *