Home / Economize na conta de luz / Como economizar energia com ar-condicionado?

Como economizar energia com ar-condicionado?

economizar energia com ar-condicionado

Com a chegada do verão e o aumento das temperaturas, o ar condicionado pode tornar-se um fiel aliado para manter o ambiente fresquinho e ainda mais confortável dentro de nossas casas e no trabalho. No entanto, quando o consumo e a necessidade de usar o ar refrigerado aumentam, o resultado – e muitas vezes o susto – vem na conta de luz no final do mês. Então como economizar energia com ar-condicionado em pleno verão?

É fato que ninguém aqui quer abrir mão do conforto para conseguir economizar. E calma! Nem queremos que você faça isso! Com algumas atitudes, é possível fazer uma boa economia sem precisar desligar o aparelho. Na verdade, nós reunimos dicas aqui dos especialistas em energia elétrica que vão ajudar na economia sempre que você for usar o ar-condicionado. Ah, e não valor só para o verão! As dicas vão ajudar os adeptos ao ar-condicionado quente  no inverno também!

Já preparamos um guia com dicas valiosa s para você prolongar a vida útil das lâmpadas. Agora vamos ajudar você a entender mais sobre os benefícios do próprio aparelho que podem fazer essa diferença na conta.

Se você ainda não possui um ar-condicionado, mas está pensando em comprar, preste atenção nas dicas também, pois algumas são válidas para o momento da compra e instalação.

 

– Verifique se o aparelho possui Selo Procel de Economia de Energia

Ao adquirir um ar-condicionado com esse Selo, você tem a garantia de escolher um produto que é mais eficiente e que consequentemente, ajuda a economizar energia com ar-condicionado. É um aviso importante para o consumidor no momento da compra.

 

– Certifique se o seu disjuntor possui capacidade adequada

O aparelho será ligado em um disjuntor para proteger os circuitos. Assim, se a intensidade da corrente elétrica for maior que o normal, ele desarma automaticamente e preserva o aparelho. O ideal é que cada ar-condicionado seja ligado a um disjuntor exclusivo, já que eles consomem muita energia. Por isso é importante saber se o disjuntor possui a amperagem necessária para a potência desse eletrodoméstico, evitando que ele fique ligando e desligando.

 

– Evite ligar e desligar em um curto período de tempo

Pode ser bem intuitivo desligar o ar-condicionado quando você sair de casa, assim como desligamos as luzes. Mas, se você for se ausentar por um período curto de tempo, ao invés de economizar energia com ar-condicionado, você estará exigindo bem mais do aparelho. Nesse tempo que ficar fora, o ambiente vai esquentar novamente, e quando você voltar, ele vai consumir mais energia para resfriar de novo. Por isso, evite esse “liga-desliga”, a não ser que você tenha a certeza que vai ficar por muito tempo ausente – se esse for o caso, não esqueça de desligar.

– Prefira aparelhos com a tecnologia inverter e recursos como “timer”

Se você pretende usar o aparelho com muita frequência e por períodos mais longos de tempo, a tecnologia inverter do aparelho é um bom benefício. Ela gera mais economia, pois oferece mais eficiência ao ajustar o trabalho do compressor de acordo com a necessidade do ambiente. Pode significar uma economia de 40% se comparada com outros modelos.

Prefira também os aparelhos com recursos como “timer”, assim você consegue programar para que ele desligue sozinho. Já com a função “sleep”, o ar poderá se ajustar à temperatura do ambiente, conforme o ritmo do seu corpo durante o sono. Isso garante uma sensação térmica agradável, sem exagerar no frio, e uma economia na certa!

 

– Faça um dimensionamento adequado para cada cômodo

Para saber qual a melhor potência do aparelho para a sua casa ou trabalho, é importante no momento da compra fazer um dimensionamento correto. Analise para qual cômodo é o ar condicionado, o tamanho do espaço e quantas pessoas irão utilizar. Assim você terá o ar ideal para cada tipo de ambiente. O que é melhor para um, pode não ser necessariamente para outro. Você pode consultar um técnico no momento da compra.

 

– Contrate um bom profissional para a instalação

Se você ainda está nessa fase, contrate um profissional para fazer isso, e não um “faz-tudo”. Vai ser muito importante para evitar erros e para a segurança na sua casa ou trabalho. O barato agora pode sair caro depois quando for precisar consertar ou até mesmo no consumo de energia. É um profissional qualificado que ao se preocupar com a eficiência e vida útil do aparelho vai instalar o ar condicionado no local mais adequado e verificar se o termostato está regulado, por exemplo.

 

– Instale no alto e não bloqueie as saídas de ar

Essa é para lembrar das aulas de física! O ar frio tende a descer, enquanto o ar quente tende a subir. Por isso é bem importante instalar o aparelho em um local bem alto, pois fica mais fácil do ar gelado se espalhar para todo o ambiente.

É recomendado também que a unidade externa seja instalada em um espaço com boa circulação de ar e que não bata diretamente a luz do sol, evitando que o aparelho trabalhe mais. A mesma coisa dentro do cômodo, para que o ar circule melhor. Evite instalar perto de cortinas, móveis e nos cantos das paredes.

 

– Procure deixar em 23°C

Você não precisa exagerar no frio para deixar o cômodo mais fresco. Deixando o aparelho em 17°C, por exemplo, o ar condicionado vai gastar mais energia para manter a diferença de temperatura entre o ambiente externo e o interno. Imagina se está super calor lá fora, e dentro da sua casa congelando. O recomendado é deixar em 23°C – o mais adequado para a maioria das pessoas. Já será o suficiente para refrescar e isso pode dar uma economia de até 50%. Essa é uma atitude que pode fazer bem até para a sua saúde, pois o ar não ficará muito seco e você não vai sofrer com o choque térmico de temperaturas além de, claro, ajudar a economizar energia com ar-condicionado.

 

– Limpe os filtros

É importante também cuidar da manutenção do aparelho. Procure limpar com frequência os filtros do ar condicionado. Eles sujos impedem a circulação do ar, e com isso, o aparelho é mais forçado para funcionar. Tome o mesmo cuidado de limpeza com as entradas e saídas para não ficarem com pó e sujeira.

 

– Evite a entrada de calor

Quando estiver com o ar-condicionado ligado, procure manter portas e janelas bem fechadas, mesmo que seja de um cômodo para outro, evitando a entrada de ar quente da parte externa. Se tiver, fechar as cortinas também pode ajudar a não esquentar o ambiente.

 

Colocando em prática essas dicas você verá a diferença no final do mês e não vai precisar deixar de usar o aparelho. Além, é claro, de ter mais segurança na hora da compra, instalação e manutenção do seu ar-condicionado.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

economia de energia elétrica

Como economizar energia: 5 artigos elétricos essenciais

Economizar energia faz bem para o meio ambiente e mantém as despesas balanceadas em casa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *