Home / Interruptores e Tomadas / O que você precisa saber sobre os tipos de tomadas

O que você precisa saber sobre os tipos de tomadas

As tomadas tornaram-se itens indispensáveis para qualquer instalação elétrica. Nossa “carga” tecnológica aumentou com o tempo e hoje estamos rodeados de aparelhos que precisam estar conectados na instalação para que funcionem ou tenham as baterias recarregadas. Celular, computador, televisão, geladeira, secador, e por aí vai. A lista é extensa e cada tipo de cômodo pode demandar mais ou menos tomadas instaladas. Com isso, algumas variações e tipos de tomadas foram surgindo no comércio de materiais elétricos.

É comum pensarmos nesse assunto principalmente quando vamos viajar. Não existe um padrão mundial para que as tomadas sejam as mesmas em todos os lugares. Isso pode causar certa confusão, já que compramos aparelhos e equipamentos que sejam compatíveis com a instalação elétrica que mais usamos. Além disso, se você está comprando um produto no Brasil, certamente ele terá o padrão brasileiro – falaremos sobre isso a seguir. Ou se for comprar produtos americanos, um exemplo bem comum, já é preciso ter em mente que o ideal é providenciar um adaptador.

tipos de tomadas

Computadores são exemplos de plugues que podem ter um formato diferente das tomadas.

O que muda nas tomadas de um país para outro é o formato do encaixe que será conectado com o plugue dos aparelhos. Para que tudo funcione corretamente, equipamentos e tomadas precisam combinar. E mais uma vez os adaptadores são a solução mais fácil para não correr o risco de que nossos companheiros eletrônicos não funcionem.

As tomadas são classificadas da seguinte maneira: A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, K, L, M, N e O. Cada tipo tem uma forma e quantidade de pinos. Na Europa, por exemplo, os tipos mais utilizados são o C e o F, ambos com dois pinos redondos. Nos Estados Unidos o mais comum é o tipo A ou B, com pinos chatos. Já no Brasil, o padrão é o tipo N, com três pinos redondos. O mais adequado é pesquisar antes de viajar e comprar o adaptador compatível antes de ir. Procure comprar mais de um, assim você não fica dependendo de apenas uma tomada.

Padrão brasileiro

Desde o final do século 19, os países começaram a escolher plugues de tomadas próprios, sem muita conexão com o restante do mundo. O que não era um incômodo até o momento que o volume de exportação de aparelhos eletrônicos começou a aumentar, assim como o número de viajantes e turistas. No entanto, nunca se chegou em um acordo de “tomada universal”, por isso é tão importante pesquisar sobre os tipos de tomadas e recorrer aos adaptadores.

Os modelos instalados podem variar no próprio país. No Brasil, por exemplo, apareceram mais de 12 tipos de plugues e tomadas. Visto isso, a África do Sul e o Brasil resolveram padronizar as tomadas. Aqui a decisão foi bem polêmica, já que muitos consumidores tiveram que adaptar as suas casas ao novo modelo. Até mesmo fabricantes foram impactados.

tipos de tomadas

Com o novo padrão existem apenas dois tipos de plugues, com dois ou três pinos, e um único tipo de tomada, com três encaixes. Os plugues de três pinos são utilizados em aparelhos que precisam de aterramento elétrico (o terceiro pino faz essa ligação com o fio terra, evitando choques e possíveis curtos). Outra vantagem do padrão estabelecido é o formato “em poço” das tomadas. Isso dificulta o contato dos dedos com a corrente elétrica. No site do Inmetro você encontra mais informações sobre o padrão brasileiro de plugues e tomadas.

Amperagem e voltagem

Não é apenas o plugue dos equipamentos que precisa ser compatível com a tomada. Como no Brasil alguns estados são 110V e outros 220V, é preciso ter atenção com a voltagem da instalação e dos aparelhos, uma vez que as tomadas do padrão brasileiro não são identificadas para isso. Ou seja, é muito fácil colocar aparelhos incompatíveis na tomada sem saber.

Saiba maisQual é a diferença entre 110 e 220 volts: entenda como utilizar corretamente

Outra característica importante é a amperagem. Alguns plugues podem ser de 10A e outros de 20A, de acordo com a potência dos equipamentos. Você já deve ter passado por uma situação em que tentou encaixar um aparelho na tomada e ele não entrou, ainda que os pinos fossem aparentemente compatíveis. Isso acontece pois as tomadas de 10A e de 20A são diferentes justamente para evitar que equipamentos com plugues de 20A, que possuem maior potência, sejam conectados em tomadas de 10A, com menor potência. Fique atento no momento da compra e quando for utilizar as tomadas. É possível encontrar adaptadores para esses casos também.

Segundo o Inmetro:

“Plugues com o diâmetro mais fino (4 mm), para aparelhos com corrente nominal de até 10 ampères e os plugues mais grossos (4,8 mm) , para equipamentos que operam em até 20 ampères”.

Tipos de tomadas

Os modelos de tomadas não variam apenas no formato do encaixe. Aqui no Brasil você vai encontrar alguns tipos de tomadas que podem ser mais adequados para o que a sua instalação precisa. Confira a seguir modelos que você pode encontrar:

tipos de tomadas

Tomada padrão

tipos de tomadas

Home overlap

tipos de tomadas

Tomada com interruptor

tipos de tomadas

Tomada industrial

tipos de tomadas

Tomada piso

tipos de tomadas

Filtro de linha

As tomadas são itens básicos e fundamentais para qualquer instalação. Como a variedade de produtos é grande, uma fornecedora de materiais elétricos confiável pode fazer a diferença no momento da compra, dando o suporte necessário durante a escolha de modelos e marcas.

Conte com a Decorwatts para ser a sua parceira. No mercado de materiais elétricos desde 2002, é uma empresa preparada para atender os mais variados tipos de projetos. Na loja online você vai encontrar os tipos de tomadas mostrados anteriormente e muitos outros modelos, além de um amplo catálogo de materiais elétricos.

Dicas práticas

A distância entre uma tomada e outra vai depender muito do projeto, do cômodo e das suas necessidades. Certamente você vai precisar de mais tomadas na sala do que no banheiro, por exemplo. O mesmo vale para a altura que as tomadas serão instaladas. Consulte e converse com o profissional responsável pela instalação sobre isso.

Confira sempre a voltagem dos equipamentos e procure saber qual a voltagem da instalação para evitar acidentes ou a queima dos aparelhos.

Tenha sempre em casa, ou na mala, pelo menos um adaptador.

Se você tiver crianças em casa, procure comprar um protetor de tomadas.

Não sobrecarregue as tomadas. Nem sempre você sabe a “força” da instalação elétrica e ao colocar muitos aparelhos na mesma tomada você pode sobrecarregá-la. Evite ligar vários aparelhos potentes no mesmo lugar, ainda que você esteja usando um “T” ou um filtro de linha. Sem exageros!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *