Home / Segurança Elétrica / 14 maneiras de prevenir choques elétricos em casa ou no trabalho

14 maneiras de prevenir choques elétricos em casa ou no trabalho

Choques elétricos são acidentes que podem ser facilmente evitados e que muitas vezes dependem apenas de medidas simples de segurança, que contribuem para a redução desse risco tanto em nossas casas, como no trabalho e até mesmo na rua.

Segundo dados divulgados pelo Precobre (Instituto Brasileiro do Cobre), em 2016, acidentes com eletricidade causaram aproximadamente 600 mortes no Brasil, sendo que 171 foram acidentes domésticos.

Mesmo parecendo incomum em nosso dia a dia, o número de internações e mortes causadas por choques elétricos é significativo. Esse tipo de acidente pode acontecer com qualquer pessoa, dentro ou fora de casa, por isso é importante saber e colocar em práticas medidas de segurança que possam proteger você e as pessoas ao seu redor. E é exatamente isso que queremos abordar neste artigo.

Empresas que trabalham em um ambiente com mais eletricidade, seja no próprio ramo de energia ou em setores que utilizam mais máquinas, por exemplo, precisam ter atenção redobrada nesse assunto. É responsabilidade da empresa preocupar-se com o bem estar dos seus colaboradores e promover o ambiente favorável e seguro para que isso aconteça. Conscientizar seus funcionários sobre os riscos dos choques elétricos é uma medida que pode minimizar os acidentes no trabalho.

Como prevenir os choques elétricos

choques elétricos

Eletricidade e água não combinam

Essa é uma das principais medidas para evitar acidentes que possam resultar em choques elétricos. Mantenha sempre os aparelhos elétricos afastados da água. Isso vale para pias, banheiras, chuveiro, piscinas e por aí vai. Evite também manusear os aparelhos com o corpo molhado. Não utilize também ferramentas elétricas ao ar livre em condições de umidade. Caso você deixe cair acidentalmente um equipamento na água enquanto está conectado, não tente recuperar ou desconectá-lo.

O correto nessa situação é sair do local – se tiver crianças com você neste momento, não as deixe sozinhas para que fiquem tentadas a tocar no aparelho ou na água – e desligar o disjuntor. Com o seu circuito elétrico desligado, você pode desligar o equipamento com segurança e remover da água. Antes de tentar usar novamente, é recomendado esperar secar totalmente e levar ao eletricista para testar se é possível usar novamente.

 

Réguas de tomadas e cabos de extensão

Esses objetos são bem convenientes e facilitam o nosso dia a dia, principalmente em empresas ou em situações que precisamos de tomadas extras. Mas também é preciso cautela aqui.

Utilize réguas e cabos que cumpram com os padrões de segurança. Lembre-se também que uma régua de tomadas tem uma capacidade máxima. Se você conectar vários aparelhos que precisam de muita energia para funcionar, você pode sobrecarregar a instalação. Isso pode causar um curto-circuito ou até mesmo um incêndio. Adicionar uma régua a outra régua pode aumentar ainda mais o risco.

Já os cabos de extensão também merecem sua atenção. Verifique antes de usar se eles estão em boas condições. Se qualquer sinal indicar que os fios estão expostos ou danificados é melhor trocar a extensão.

Réguas e cabos de extensão são projetados para uso em curto prazo. Caso você tenha a necessidade de usar com mais frequência, considere a possibilidade de instalar tomadas adicionais na instalação.

Sobrecarga

choques elétricos

Falando da possível sobrecarga em réguas, vale lembrar que isso pode acontecer também com o uso de benjamins (“T”). Por isso, ligar diversos eletrônicos no mesmo ponto, não é uma boa alternativa! Apenas aumenta a chance de ocorrer um curto, de estragar seus equipamentos e de acontecer algum acidente.

Tomadas

Um choque leve em uma tomada, já pode deixar o braço adormecido. Isso depende de cada caso e de pessoa para pessoa. Por isso, proteja as tomadas, principalmente se você tiver crianças ou animais em casa. Você pode instalar protetores em todas as tomadas ou nas que achar mais “perigosas”. Isso pode evitar também que sejam colocados objetos inapropriados na tomada.

Em caso de chuva intensa, com raios e trovões, é recomendado tirar os aparelhos eletrônicos da tomada. É adequado fazer isso também durante a limpeza desses equipamentos.

Fios

Tenha o cuidado em manter os fios da sua instalação e de aparelhos eletrônicos encapados. Em um primeiro momento você pode até usar fita isolante, mas o ideal é que você realize uma troca mais adequada dos fios e cabos.

choques elétricos

Manutenção da instalação

Outra medida preventiva muito importante. Muito da nossa instalação elétrica não fica totalmente visível e é muito fácil não perceber que um problema está acontecendo ou prestes a acontecer. Por isso, o ideal é realizar a manutenção da instalação a cada cinco anos, no máximo dez. Contrate um profissional de confiança para essa missão.

Chave geral

Durante consertos ou reformas que envolvam a sua instalação elétrica, desligue a chave geral, ou seja, o disjuntor. Assim você terá certeza de que não haverá corrente elétrica passando. Por isso é importante saber onde fica e como funciona, para também em situações de emergência.

Aterramento elétrico

É uma das opções mais seguras de proteger a nossa instalação e um dos seus objetivos é proteger as pessoas contra choques elétricos, uma vez que o aterramento absorve a corrente elétrica acumulada dos aparelhos e direciona para a terra.

Pipas

Cuidado com as pipas, principalmente se você tiver crianças que gostam da brincadeira. A principal medida é não soltar pipas em dias de chuva, ainda mais se houver relâmpagos. Evitar também brincar perto de antenas, fios telefônicos e cabos elétricos. Não utilizar linha metálica, como cerol, e não fazer pipas com papel laminado. Caso a pipa enrosque nos fios, não tentar tirar!

Chuveiro

Não mude a temperatura do seu chuveiro elétrico com ele ligado, nem se você já estiver com o corpo molhado. Procure também usar chinelos de borracha nessa situação – eles não são eficazes na prevenção de choques muito intensos, mas é um cuidado a mais e simples de ter. É recomendado ainda instalar o fio terra em chuveiros e torneiras elétricas.

Mar e piscina

A água pura não conduz eletricidade. No entanto, se tiver cloro, sal ou outra substância ela é uma condutora elétrica. Ou seja, o mar e a piscina podem ser perigosos durante uma tempestade. Saia imediatamente para evitar um choque por um raio.

Rua

Aqui a melhor recomendação é sempre ficar afastado da fiação elétrica, principalmente se os fios não tiverem encapados. Nesse cenários os choques podem ser mais perigosos.

Voltagem compatível

Verifique se a voltagem dos equipamentos e da instalação são compatíveis. Isso pode evitar um acidente com choque elétrico e também que seus aparelhos queimem e estraguem. Observe ainda se os pinos combinam com a tomada. Jamais force essa conexão.

Profissionais eletricistas

Não mexa na instalação caso você não entenda bem do assunto ou não se sinta confiante para isso. Deixe a sua instalação elétrica nas mãos de profissionais!

E caso aconteça o acidente, o que fazer? Bom, o mais o recomendado é desligar a chave elétrica do local – se houver. Chame ajuda e ligue para o SAMU ou Corpo de Bombeiros e peça também por instruções. Com eles você se sentirá mais seguro para tomar as primeiras medidas de assistência. Não faça nada que você não tenha certeza ou não tenha segurança. Isso pode só piorar a situação.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

instalações elétricas

11 erros mais comuns em instalações elétricas

As instalações elétricas são uma das partes mais importantes de qualquer construção, seja em nossas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *