Home / Segurança Elétrica / 11 erros mais comuns em instalações elétricas

11 erros mais comuns em instalações elétricas

As instalações elétricas são uma das partes mais importantes de qualquer construção, seja em nossas casas ou no local de trabalho. No entanto, não é difícil encontrar casos de pessoas que querem economizar ou acabar rapidamente uma obra ou reforma, e que mais tarde tiveram problemas com a instalação, seja de segurança ou com gastos extras.

Não se atentar aos devidos cuidados, pode deixar sua instalação vulnerável à erros grosseiros, que podem custar caro, além de comprometerem o bom acabamento do seu projeto e a segurança do imóvel.

Para evitar que você tenha problemas em sua instalação elétrica, adiantamos o passo e selecionamos para você os erros mais comuns que você pode cometer, não só na instalação em si, mas também durante o projeto elétrico!

instalações elétricas

Principais erros em instalações elétricas: 

1. Tentar economizar com materiais não qualificados

Durante uma reforma ou construção, o profissional que está cuidando da sua instalação elétrica irá solicitar os materiais necessários. É claro que devemos ficar atentos às especificações solicitadas pelo profissional, mas se você perceber que foram indicados materiais de qualidade duvidosa, fale com ele ou peça alternativas com o seu fornecedor de material elétrico.

O mesmo vale para você: não adianta o profissional indicar os materiais adequados e você querer comprar materiais similares ao que foi pedido, sem ter o conhecimento necessário para realizar essa mudança. É sempre bom economizar, mas desde que isso não afete a boa qualificação do seu projeto, certo?

2. Sobrecarga da instalação elétrica

Esse é um cuidado diário que você precisa ter com a sua instalação. Sobrecarregar réguas, tomadas e benjamins é um dos erros mais comuns que as pessoas cometem nas instalações elétricas. Ao ligar diversos eletrônicos no mesmo ponto, aumentamos a chance de um curto circuito, de estragar os equipamentos ou ainda de acontecer algum acidente, como os choques elétricos. A sobrecarga por acontecer também no circuito elétrico. Exemplo disso são as torneiras elétricas, chuveiros e ar condicionado, entre outros aparelhos mais potentes, que devem ser instalados em circuitos separados. Por isso, não utilize o mesmo disjuntor para circuitos diferentes!

Leia também: 14 maneiras de prevenir choques elétricos em casa ou no trabalho

erros comuns instalações elétricas

3. Fazer sozinho a instalação elétrica da casa

A não ser que você seja um profissional eletricista ou tenha muita experiência e prática, não faça a instalação elétrica sozinho (a). É importante deixar um espaço no orçamento para contratar um serviço profissional, evitando um trabalho mal feito, futuras dores de cabeça, despesas extras, entre outros problemas mais graves, como um curto-circuito ou um incêndio. Você pode pedir por recomendações aos seus amigos ou em uma loja de material elétrico. Inclusive, aqui no blog nós já separamos algumas dicas para você contratar um bom eletricista.

4. Troca do chuveiro

Essa pode parecer uma atividade bem simples e corriqueira, mas atenção! Um dos erros mais corriqueiros é instalar um chuveiro mais potente do que a instalação suporta. Por isso, fique atento à potência do chuveiro e se ela é equivalente à sua atual instalação. Além disso, se você não sentir segurança para fazer esse serviço, procure ajuda profissional, ou de alguém que tenha mais experiência no assunto. Assim você pode evitar um acidente ou ainda evita de queimar novamente o chuveiro, por ter feito a instalação de maneira errada.

5. Não contratar um profissional

Fazer por fazer e, ainda pior, fazer tudo de qualquer jeito, só vai trazer prejuízos para você e para as pessoas ao seu redor. Não contratar um profissional e fazer as instalações elétricas por conta, pode ser uma grande cilada! O velho clichê cai bem aqui: o barato sai caro!

As instalações elétricas precisam ser projetadas e planejadas por profissionais qualificados, que seguem regras estabelecidas, seja de segurança, ou de qualidade.

6. Descuido com a fiação elétrica

Ter uma fiação de qualidade e dentro das normas e padrões de segurança é vital para a segurança da sua instalação elétrica. Um bom exemplo é imaginar a fiação como nossas veias.

Fios elétricos danificados, desgastados ou corroídos, além de prejudicarem o bom funcionamento do transporte de energia elétrica na instalação, aumentam as chances de acidentes elétricos. Se você perceber qualquer desgaste na fiação, ou que os fios e cabos estão superaquecidos com mais frequência, pode ser o momento certo para realizar aquela reforma na instalação elétrica.

7. Tomadas perto da água

Com certeza você vai precisar de tomadas no banheiro, na cozinha e na lavanderia, não é mesmo? Por isso, atenção redobrada nesses locais: instale as tomadas com uma distância razoável das fontes de água. Como a água conduz eletricidade, manter as tomadas fora do seu alcance reduz as chances de choques elétricos e de dados ao equipamentos. Evite também manipular os aparelhos com as mãos molhadas.

8. Tentar apagar incêndios elétricos com água

É muito intuitivo tentarmos apagar o fogo com água. Mas esse é um erro bem comum, que só irá “abastecer” o fogo e pode causar uma eletrocussão se a causa do incêndio tiver como origem a eletricidade. Nesses casos é mais recomendado o uso de extintores. Se possível, desligue a sua energia elétrica, evacue o espaço e ligue imediatamente para os bombeiros.

crianças instalações elétricas

9. Não proteger as tomadas em casos de crianças ou animais em casa

Bebês, crianças e animais domésticos são verdadeiros exploradores. Dentro de casa não poderia ser diferente. É sempre bom ter o supervisionamento de um adulto, mas não custa nada ter uma proteção extra para os pequenos e os pets. O mais fácil a se fazer é instalar protetores nas tomadas.

10. Não dar muita importância ao projeto elétrico

Como falamos anteriormente, alguns erros podem acontecer durante o planejamento do projeto elétrico. Por isso é preciso uma dose extra de atenção e preocupação, uma vez que um erro no início do projeto pode ser prejudicial para as outras fases da construção, causando retrabalhos e mais despesas.

É nesse momento também que você pode mapear os riscos da instalação. Mesmo trabalhando com profissionais e utilizando materiais elétricos de qualidade, é preciso estar preparado para imprevistos. Já ter uma ideia dos possíveis riscos e adiantando soluções, é possível diminuir o impacto de acidentes e de interrupções na obra.

11. Não identificar os pontos de iluminação durante o projeto

Uma das partes mais importantes do projeto elétrico é a criação de uma planta baixa, onde será especificado os pontos de iluminação e identificado os pontos de tomada. Não ter esse cuidado durante o projeto pode dificultar o processo da instalação.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Leia também

choques elétricos

14 maneiras de prevenir choques elétricos em casa ou no trabalho

Choques elétricos são acidentes que podem ser facilmente evitados e que muitas vezes dependem apenas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *